segunda-feira, 18 de junho de 2012

O poeta e o historiador

Uma coisa é escrever como poeta, e outra como historiador; o poeta pode contar ou cantar as coisas não como foram, mas como deviam ser, e o historiador há de escrevê-las, não como deveriam ser, mas como foram, sem acrescentar nem tirar à verdade a mínima coisa.
                                                              (Miguel de Cervantes Saavedra, no livro Dom Quixote).

2 comentários:

Luciana Claudia disse...

Por isso não sei escrever poesias, só sei escrever história, no entanto, encontro poesias nas linhas da história e isso me faz uma amante das histórias....

Giovani Rodrigues disse...

Obrigado pelo comentário, Lu.

A poesia pode não conter a descrição da História, mas pode fornecer pistas para o seu estudo, não? Veja este interessante artigo:

Entre a Pintura e a Poesia: o nascimento do Amor e a elevação da condição feminina na Idade Média ( http://www.ricardocosta.com/pub/amor.htm )